A influência da Pop Art no Mundo da Moda

A POP ART NO MUNDO DA MODA

Desde que a Pop Art surgiu nos anos 50, ela tem andado de mãos dadas com a indústria da moda.

Rebelando contra os valores elitistas, a Pop Art abraçou experiências de vida mundanas, introduzindo aspectos da cultura de massa e aproximando a arte da nova geração de americanos que começavam a experimentar todos os benefícios do paraíso dos consumidores no estado de consumo da América pós guerra.

A Pop Art empregava imagens de cultura de massa conhecidas de propagandas para outros objetos banais, envolvendo -as em combinações de cores sensacionais e arrojadas.

 

Moda

 

Yves Saint Laurent foi o primeiro estilista a estourar com a tendência na sua coleção de Outono/Inverno, quando lançou o vestido Mondrian, na sua coleção intitulada “Pop Art”, lançada em 1966. Mostrando que moda e arte podem se unir, e que o resultado disso pode ser bastante satisfatório.

Andy Warhol começou no mundo da Moda!

Andy Warhol é provavelmente o primeiro ícone de arte pop para se tornar a figura influente no mundo da moda. Ele começou sua carreira como ilustrador de moda, trabalhando para as revistas como Glamour , Mademoiselle e até mesmo Vogue .

 

Andy Warhol
Campbell’s Souper Dress

 

Ele também foi um dos primeiros artistas a transformar sua arte em itens de moda . Assim como a arte pop estava se voltando para a cultura de massa nos anos cinqüenta e sessenta, a alta moda entrou em cena com itens produzidos em massa.

Nos anos sessenta, Warhol começou a imprimir seus desenhos de arte sobre os vestidos de papel que estavam na época tornando-se uma novidade. Essas peças de vestuário captaram a própria essência do estilo de vida consumista quando abordaram a ideia de descarte de bens de consumo.

 

Dior Andy Warhol
Dior – Coleção de bolsas e sapatos inspirados em Andy Warhol

 

Os artistas mais populares da indústria da moda

Quando falamos sobre os artistas que deixaram um grande impacto sobre o design de moda, temos de mencionar novamente Warhol, como ele definitivamente é um dos artistas mais referenciados na indústria.

Nos anos noventa, Gianni Versace usou sua gravura de Marilyn nos desenhos de seus vestidos e, em épocas mais recentes, Christian Dior lançou uma coleção inspirada nos esboços de calçados de Warhol e Jean-Charles de Castelbajac apresentou roupas impressas com o retrato do artista.

 

Roy Lichtenstein
Roy Lichtenstein

 

O mesmo se pode dizer de Roy Lichtenstein, cujo trabalho é uma fonte inesgotável de inspiração para designers e marcas. Vestuário com o trabalho de Lichtenstein foram incluídos nas coleções Iceberg e Lisa Perry, e o artista é favorecido pelas marcas de calçados como Nike, Vans e Converse.

Hoje, Jeremy Scott da Moschino, continua a linha de moda inspirada pelo consumismo

 

Jeremy Scott
Coleção do uniforme de McDonald’s de Jeremy Scott da MOSCHINO

 

Deixe Um Comentário

Seu endereço de email não será publicado